NOSSA CANDIDATURA A VICE-PRESIDÊNCIA DE LIONS CLUBE INTERNACIONAL

Há alguns anos que estamos junto da PID Rosane Teresinha em sua luta para alcançar o cargo de Vice-Presidente de Lions Clube Internacional, representando o nosso Distrito, Distrito Múltiplo LD, Brasil e Área 3 (América Latina e Caribe). Nestas três últimas Convenções Internacionais, acompanhamos a sua caminhada e, quando chega lá, ela e outros candidatos retiram as suas candidaturas para que um único candidato, como na última realizada em Fukuoka, Japão, seja apresentado, pela direção maior de Lions Clube, aos convencionais. Em Fukuoka, foram eleitos o 3º Vice-Presidente, da Korea do Sul, e a 2ª. Vice-Presidente, da Islândia. Ou seja, não foi contemplado um candidato da área 3. Seria ideal que a área 3 apresentasse um único candidato. No entanto, no caso específico do Brasil, onde temos o maior número de Leões, e especialmente o DM LD sendo o maior Distrito da América Latina, não conseguimos motivar os Presidentes de Conselhos Múltiplos, para que, unidos, determinem que todos os Distritos brasileiros façam eleições, em suas convenções, para escolher entre a nossa candidata, PID Rosane Terezinha, e o outro candidato, PID Fabricio. Sabemos que há receios, dos que se denominam líderes do Brasil e da área 3, em proceder tal eleição. O motivo nos parece óbvio, ou seja, receio da PID Rosane sair vencedora com muita facilidade. Se esta eleição também fosse feita na área 3, após escolhido a (o) candidata (o) do Brasil, com certeza a PID Rosane também sairia eleita. Mas, a democracia, defendida pelos que entendem ter o direito de comandar o Leonismo, neste caso não se aplica. O que vale é algo parecido com a política brasileira. É o toma lá dá cá. Aliás, qualquer semelhança não é mera coincidência. Além deste empecilho político, há, ainda, a política dos líderes maiores, ou seja, os que comandam Lions Internacional. O candidato que for o escolhido por eles é que será eleito na Convenção. É possível disputar no voto, sim! Já que o atual 1º Vice-Presidente, da Índia, teve que concorrer com outro candidato do mesmo país. Mas, no caso da PID Rosane, o Brasil não tem número elevado de delegados nas Convenções Internacionais. Somos muito pouco para garantir alguma possibilidade de elegermos um candidato. Ou seja, a nossa candidata precisa conquistar este apoio. Com certeza, com seus atos, sua presença em Convenções, no Brasil e  em vários países das américas e da Europa, a PID Rosane tem moldado a sua trilha. É uma briga de formiga com tamanduá. Hoje, na espera para ser Presidente de Lions Internacional, temos três não americanos, algo que nunca aconteceu na história de Lions: um indiano; uma islandesa e um sul coreano, ou seja: Primeiro vice-presidente Naresh Aggarwal – Délhi, Índia; Segundo vice-presidente Gudrun Bjort Yngvadottir – Gardabaer, Islândia; e Terceiro vice-presidente Jung-Yul Choi – Busan, Coreia do Sul. Assim, não nos seria impossível entender que o próximo 3º. Vice-presidente a ser eleito, em Chicago-EUA, será um americano. Este entendimento foi, dia 16 de agosto, nos confirmado pela PID

Rosane Terezinha, por e-mail, ainda ela em Melbourne, Austrália, onde participa de um seminário internacional. Ela nos informou ter recebido telefonema do atual Presidente, Chanceler Bob Corlew,  comunicando que o candidato (para 3º vice-presidente), para Chicago, é o juiz americano Hayanes Townsend,  da Geórgia. Ela, mesmo assim, se disse

feliz por ter sido ele Diretor Internacional no mesmo ano que ela e que, com ela, compôs o Comitê de Estatutos e Regulamentos. Ou seja, a nossa candidata está, e continuará a estar,  buscando fomentar o seu apoio junto as lideranças maiores do Leonismo. Com certeza, com o seu carisma, persistência, ética, companheirismo e solidariedade, ela conseguirá o apoio que precisa e estará com a sua candidatura posta na Convenção de Las Vegas, nos EUA. Nós, do LD-5 e, mais ainda, de todo DM LD, temos que continuar contribuindo e apoiando a sua candidatura. O caminho é árduo e, muitas vezes, desleal. Mas, se caminharmos juntos, com persistência, sem dar tréguas, teremos a PID Rosane Terezinha na presidência da Associação Internacional de Lions Clubes.  (Texto sob a responsabilidade do CL Jorge Roberto)

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *